Como criar uma cultura de dados na sua empresa

Como criar uma cultura de dados na sua empresa

Inscreva-se

Abordamos dados e análises dentro das empresas.

Receba novos artigos por e-mail


Compartilhe

A crescente digitalização das operações nas empresas causou também o crescimento massivo da quantidade de dados gerados por elas, isso não é novidade. Muito se fala hoje em dia em cultura data-driven e a necessidade de explorar o valor dos dados para apoiar na tomada de decisões está virando senso comum entre as companhias, mesmo assim, para muitas delas, implementar uma cultura sólida de dados, que esteja realmente enraizada no dia-a-dia, ainda parece ser uma idéia abstrata e distante da sua realidade.

Essa nova cultura movimentou drasticamente o mercado de dados nos últimos anos. A busca por plataformas e ferramentas para tornar possível a gestão de dados se intensificou assim como a demanda por profissionais para operá-los, com empresas investindo significativamente na área. Mas muitas vezes o que as distancia da tão almejada cultura data-driven não são as altercações técnicas, mas as culturais.

Uma vez com as ferramentas e os profissionais, elimina-se a considerável barreira de COMO injetar dados nas decisões do dia-a-dia, mas tornar isso um processo corriqueiro e até automático disseminado em todos os níveis da organização é um pouco mais desafiador.

5 Dicas para implementar uma cultura de dados

  1. Torne os dados acessíveis
    A primeira dica é um tanto redundante, mas ainda é muito comum que as empresas concentrem os seus dados apenas nos times de BI, Data Science e Analytics. O distanciamento desses times faz com que muitas vezes os dados sejam incompreensíveis e inalcançáveis para o restante da organização. Tomando as medidas de segurança cabíveis, é essencial que gestores, coordenadores, supervisores e analistas de outras áreas consigam também acompanhar e interpretar os dados pertinentes a eles a qualquer momento, fazendo com que a tomada de decisão apoiada em dados saia do nível apenas estratégico e atinja camadas táticas e operacionais.
  2. Escolha os indicadores certos
    Seguindo a dica anterior, ao disseminar o acesso aos dados pela companhia, é importante que seja definido com cada uma das áreas quais são os KPIs, indicadores e métricas relevantes para elas. Um líder de vendas, por exemplo, ao ter que balancear diversas reuniões, contatos com clientes, elaboração de propostas, acompanhamento dos seus liderados, provavelmente não conseguirá analisar vários dashboards para tomar uma decisão tática. Para isso, é aconselhado adotar uma abordagem lean, com métricas claras e direto ao ponto, as principais que irão suportar a maioria das decisões que ele precisará tomar no dia-a-dia.
  3. Comece pelo topo
    Como disse Confúcio: “A palavra convence, mas o exemplo arrasta”. Uma cultura data-driven torna-se forte quando o seu nível mais alto de gestores não só investe em áreas de dados e toma decisões pautadas neles, como também espera e cobra para que o restante da companhia faça o mesmo, fazendo com que isso não seja um acontecimento excepcional e sim algo corriqueiro.
  4. Invista em treinamento
    Não é necessário que toda a organização domine a linguagem SQL ou tenha expertise em manipulação de dados, mas em diferentes níveis provavelmente boa parte dos colaboradores precisarão de algum treinamento para realmente incorporar a cultura de dados na sua rotina. Desde interpretar indicadores até operar uma ferramenta de dashboards, investir em treinamento não só mostra que sua organização dá importância ao assunto, mas também prepara os seus colaboradores para a nova cultura que está se estabelecendo.
  5. Escolha as ferramentas certas
    Falamos ali em cima que muitas vezes os desafios para a implementação de uma cultura de dados não são técnicos, mas todos os pontos acima só são possíveis a partir do momento em que o acesso aos dados é simplificado. Soluções complexas de BI costumam demorar meses para serem finalizadas e sua manutenção é igualmente demorada, sem falar cara. Contar com as ferramentas certas, como a Kondado, irá fazer com que seus dados estejam rapidamente disponíveis e sempre atualizados para quando você mais precisar deles.

Teste gratuitamente por 14 dias!

Quero Experimentar

Publicado em 2020-08-26